42- Ações


Andando pela rua, sua mente está distante. Seus ouvidos não escutam os gritos implorando por ajuda, vindos da janela de alguma casa. Apenas um esposo brigando com a esposa. [Não era você mesmo que ontem dizia em uma roda de amigos ser contra a violência?]

Seus pés não prestam atenção por onde andam, nem quando chutam um pobre cachorrinho que se aninhava perto do muro. Ah, só um animalzinho sem futuro mesmo, sua vida já deve estar por um fio. [Não foi você mesmo que compartilhou nas redes sociais algum programa de resgate de animais?]

Seus olhos não rolam pela rua, não notam a criança se enfiando na lata de lixo, buscando algo para comer, nem quando ela ergue a mão e pede a sua ajuda. Algum órgão do governo ou uma ONG irá tira-la da rua, um dia será ajudada. [Mas não foi você que curtiu a foto para "ajudar" as crianças que passam fome na África?]

Andando pela rua, você se mantém distante. A realidade deixa de importar quando sai da discussão entre amigos ou do mural do facebook. Andando pela rua [Não só na rua] você se mantém distante.

0 comentários :

Postar um comentário

Muito obrigada por lerem. Espero que tenham gostado. Então, que tal deixar um comentário com a sua opinião? Acha que ficou alguma coisa confusa? Gostou ou não gostou? É só comentar que eu adorarei ler :)

Se ainda não segue o blog, lembre-se que é bem rapidinho seguir. É só clicar em participar na caixinha de docinhos ali no canto. Siga também nas redes sociais. Beijocas e até mais!