39- Fadas


As fadas singelas
Dançavam sobre as flores
Balançavam os cabelos ao vento
Enchiam as saias de pólen
Fonte de vida e magia
Rodopiavam de flor em flor
Mesclando o pó
Dando continuidade a vida
Seus tecidos reluziam o sol
Seus sorrisos eram sutis
Alegravam a manhã
E ao longe, as pessoas
Apenas viam a beleza
Das asas coloridas das borboletas
E o início da primavera

0 comentários :

Postar um comentário

Muito obrigada por lerem. Espero que tenham gostado. Então, que tal deixar um comentário com a sua opinião? Acha que ficou alguma coisa confusa? Gostou ou não gostou? É só comentar que eu adorarei ler :)

Se ainda não segue o blog, lembre-se que é bem rapidinho seguir. É só clicar em participar na caixinha de docinhos ali no canto. Siga também nas redes sociais. Beijocas e até mais!