16- Medo


O medo sempre está a espreita. Ele está lá, quieto, esperando nosso momento de fraqueza para pular a nossa frente e nos derrubar no chão. Sua presença é quase palpável. Seu cheiro corre pelo ar e nossas pernas tremem quando sentimos seus olhos gélidos sobre nós.

O medo sempre muda de forma, se torna gigantesco, muda de cor, se torna breu. Ele se ergue e se coloca no meio do caminho, atrapalhando a passagem, nos impedindo de sair do lugar. 

É um dos maiores desafios de nosso percurso. Não tem mais ninguém ao nosso lado, é só nós e ele. Não tem como escapar, um terá que ganhar. 

O medo nos encara. Seus olhos se estreitam. Ele está pronto para atacar.

E você? Está pronto para enfrentá-lo?

0 comentários :

Postar um comentário

Muito obrigada por lerem. Espero que tenham gostado. Então, que tal deixar um comentário com a sua opinião? Acha que ficou alguma coisa confusa? Gostou ou não gostou? É só comentar que eu adorarei ler :)

Se ainda não segue o blog, lembre-se que é bem rapidinho seguir. É só clicar em participar na caixinha de docinhos ali no canto. Siga também nas redes sociais. Beijocas e até mais!