14- Meu caminho


A vida nunca disse que seria fácil. Nem ao menos demonstrou isso. Ela parecia não se importar com os acontecimentos, apenas lançava seus desafios sem parar para olhar a pessoa que os enfrentava. Esta verteu lágrimas, ralou joelhos, abriu sorrisos falsos, mas continuou caminhando. Ela não sabia o que era sorte. Não acreditava nisso. Mas também não sabia o que era azar. Nunca passou pela cabeça que tudo que acontecia era um erro. Que as coisas não deveriam ser daquele jeito. Não! Ela as aceitava. E mesmo que caísse, mesmo que chorasse, mesmo que não fosse verdadeira todas as vezes, ela continuava seu caminho. Porque ela sabia que a vida era assim. A melhor de todas as aventuras. 

0 comentários :

Postar um comentário

Muito obrigada por lerem. Espero que tenham gostado. Então, que tal deixar um comentário com a sua opinião? Acha que ficou alguma coisa confusa? Gostou ou não gostou? É só comentar que eu adorarei ler :)

Se ainda não segue o blog, lembre-se que é bem rapidinho seguir. É só clicar em participar na caixinha de docinhos ali no canto. Siga também nas redes sociais. Beijocas e até mais!