92- Cidade


Em meio aos urros da cidade
A confusão da multidão
O crepitar das bocas descontroladas...
Em meio a tantos barulhos,
Só sua voz escuto
"Se você for, nunca vou lhe perdoar"

E em meio aos urros da cidade
A confusão da multidão
O crepitar das bocas descontroladas,
O coração pulsando alto
E o som dos meus passos
Me levando para longe de você.

"Será que um dia
Eu que iria
Conseguir
me perdoar?"

0 comentários :

Postar um comentário

Muito obrigada por lerem. Espero que tenham gostado. Então, que tal deixar um comentário com a sua opinião? Acha que ficou alguma coisa confusa? Gostou ou não gostou? É só comentar que eu adorarei ler :)

Se ainda não segue o blog, lembre-se que é bem rapidinho seguir. É só clicar em participar na caixinha de docinhos ali no canto. Siga também nas redes sociais. Beijocas e até mais!