Como a noite

Postado anteriormente em "My poetry" . Espero que gostem (e entendam o poema...). Deixem um comentário com o que acharam =) (Imagem: We Heart It)




Eu era como a noite,
Silenciosa e sedutora.
Alguns passavam sem me notar,
Outros paravam e suspiravam.

Eu merecia aquilo tudo

Merecia por tudo o que fui

E alguns não notavam,
A maioria sim.

Eu era como a noite,

Me sentia como a noite.

Às vezes chorava,

Às vezes sorria,

Mas tudo era escuro.
Escuro como os resquícios

De vida que deixei passar.

Eu era como a noite,

Poderia ser a mais bela,

Porém preferia o mistério e o escuro.
Eu era como a noite,

Ao amanhecer tudo passaria,

Acabaria, morreria.

Mas para mim, não,

Seria apenas o horrível reflexo

De minha próxima noite.



(Por Anna)

0 comentários :

Postar um comentário

Muito obrigada por lerem. Espero que tenham gostado. Então, que tal deixar um comentário com a sua opinião? Acha que ficou alguma coisa confusa? Gostou ou não gostou? É só comentar que eu adorarei ler :)

Se ainda não segue o blog, lembre-se que é bem rapidinho seguir. É só clicar em participar na caixinha de docinhos ali no canto. Siga também nas redes sociais. Beijocas e até mais!