3 - Escrevendo uma história...


Estou eu aqui muito feliz da vida comendo um queijo petit suisse com polpa de morango (vulgo danoninho) postando mais uma parte para vocês de "Escrevendo uma história" *joga purpurina roxa - porque todo blog bom tem que ter purpurina roxa u.u*

Ok... vou falar agora sobre... *esqueci*... Ah ta, lembrei xD

Que tal falarmos um pouco sobre personagens e sobre onde se passará a trama? Se interessou? Então se aprochegue e venha dar uma conferida nessas dicas.




Criando um personagem


Vamos a nossa receitinha
  • Você primeiro irá precisar de um caldeirão. No caso pode ser sua cabeça ou um caderno, folha de papel, guardanapo, sei lá o que você tiver ai. Eu indico fazer em um caderno ou em um editor de texto no PC.
  • Pegue seu lápis (ou seus pensamentos, sangue, caneta, terra, lápis de cor... o que quiser usar.) Eu recomendo um lápis ou uma caneta.
  • Escolha um nome para a criação (eu procuro no google o significado dos nomes, porque eu gosto de ver o que eles querem dizer, isso pode refletir em seu personagem) - Isso pode ser opcional, se você quiser que sua história seja mais universal.
  • Crie as características dele não só físicas (você não é obrigado a descrevê-lo), mas o que ele sente, como age, gosta do que, odeia o que, passado, presente, futuro... Crie uma pessoa como quiser e com a quantidade de detalhes que quiser.
  • Misture todos os marcadores anteriores.
Pronto, você já tem um personagem.  O jeito que ela será descrita no seu texto, ai fica por sua conta. Tente não fugir do que você colocou nas características dele, isso deixa a história um pouco confusa (claro que muitas pessoas agem de jeito estranho ou muito auê! Mas coloque isso de uma forma clara, tentando explicar o porquê). Você pode acrescentar mais coisa a lista (e deve), isso é só a base. Crie mais personagens se quiser e faça com que eles interajam entre si e com o ambiente.

Onde sua história irá passar?


Crie um ambiente. Ele não precisa ser palpável, pode ser dentro da mente de alguém, ou nem estar lá. Mas lembre-se, se você está se baseando em algum lugar que exista de fato, faça pesquisas, mesmo que seja uma versão sua de um determinado lugar, só para dar mais crédito à sua narração.

Cuidado quando fala da cultura de algum lugar. Mesmo que você tenha criado o lugar, ela precisa ter lógica. Por exemplo: a personagem é norte-americana, mas age como se morasse no Brasil, come comida brasileira, tem nome de brasileira. Enfim... faz tudo que brasileiros fazem. A família dela pode ser brasileira, claro, mas não é isso que irá  mudar um país inteiro, sabe? Ou se você tiver criado seu próprio mundo/país/cidade, lembre-se de dar características que façam sentido dentro da história.


Por enquanto é só isso, meus docinhos. Logo terão mais e mais postagens. Espero que tenham gostado. Não esquecem de deixar um comentário com a opinião de vocês. :)

Beijocas e até mais!

0 comentários :

Postar um comentário

Muito obrigada por lerem. Espero que tenham gostado. Então, que tal deixar um comentário com a sua opinião? Acha que ficou alguma coisa confusa? Gostou ou não gostou? É só comentar que eu adorarei ler :)

Se ainda não segue o blog, lembre-se que é bem rapidinho seguir. É só clicar em participar na caixinha de docinhos ali no canto. Siga também nas redes sociais. Beijocas e até mais!