Mulher, a pior criatura de todas

Crescendo como uma pessoa do gênero feminino, passei minha vida inteira escutando muitas coisas que culminaram na afirmação do título. Mulher, a pior criatura de todas. Você pode estar se perguntando, de onde essa pessoa tirou isso? Como mulher pode ser a pior criatura de todas? Pois bem, junte-se a mim nessa viagem pelo senso comum e no final provavelmente irá ver.
  
Tudo começa na bíblia, o homem foi criado e, para não ficar sozinho no paraisão, logo Deus tirou uma costela e fez dela a fêmea para ele. Já começou com uma entrada triunfal a mulher: nasceu de um pedaço de osso aparentemente inútil (se fosse, sei lá, do crânio, do fêmur, da coluna vertebral… Nah, foi de um osso que as barbies humanas estão a todo momento tirando). Foi nomeada pelo querido Adão como Eva. Eva é seduzida pela serpente (que também representa uma figura feminina, que maravilha), e fez Adão provar do fruto proibido junto com ela e serem expulsos do paraíso.

Mas claro que a mente problemática dessa interessantíssima criatura chamada mulher não acabou ai. Pulando muito no tempo, para provas mais atuais (já que não quero ter que escrever um ensaio sobre isso), vemos que a mulher é uma criatura cheias de dualidades problemáticas.

Como assim?

Por exemplo, irei dizer sobre a mulher fraca e a mulher "forte".

A mulher fraca: precisa da proteção do homem, seja do pai, do irmão, do esposo (o que é provado biologicamente, claro, que a mulher é mais fraca e não sabe se defender sozinha); não sabe fazer suas próprias escolhas e não sabe o que quer da vida (“não” significa “sim”?).

A mulher “forte”: forte aqui está sendo empregado em diversos sentidos e pode até mesmo ser encontrado ou não na mulher fraca, pode ser sinônimo de vadia também, porque muita são vadias mesmo. É aquela mulher que gosta de dar muito, dá o tempo todo pra quem ela quiser dar. Ou aquela mulher que não sabe seu lugar e sempre fica questionando os homens e os valores claramente decididos na sociedade. É aquela mulher que cria seus filhos sozinha e nem faz ideia de onde está o marido/omi porque não soube segurá-lo. Etc. Em suma, as vadias da situação.

Pior ainda, a criatura chamada mulher criou algo chamada feminismo. Basicamente, feminismo significa: luta pela igualdade de gêneros. É muita loucura uma criatura que saiu de um osso aparentemente inútil querer igualdade de gênero, mas ok, elas podem querer o que quiserem desde que fiquem quietas no cantinho enquanto os homens cuidam da situação.

Só que esse feminismo fez com que as mulheres saíssem de seus lugares bem demarcados dentro da sociedade e buscassem coisas novas. Exemplo: a mulher não está mais em casa para fazer o papá do marido e das crianças, porque está na rua trabalhando ou rebolando até o chão. A mulher não quer mais que o carinha do transporte público passe a mão nela (ou passe outra coisa) – como sabemos, o homem está no direito dele, é de conhecimento universal que seus instintos animalescos não podem ser controlados e é função da mulher satisfazê-lo. Ou a mulher que não quer satisfazer os desejos do esposo – e ele, tadinho, tem que forçá-la a seguir seu papel de perfeita esposa (colocá-la em seu lugar).

E não só o feminismo que faz com que a criatura chamada mulher se sinta poderosa. Outras criaturas, como negros e o pessoal lgbtqia, começaram a achar que também possuem o direito de serem ouvidos. E mulheres dentro desses movimentos muitas vezes se incluem no feminismo também e ai que a coisa fica uma loucura.

Pulando da água para o achocolatado, quero colocar aqui algumas afirmações ou observações que vão fazer você concordar de vez que a mulher é a pior criatura. A lista é grande, então você não vai ficar sem exemplos. Ok? Vamos lá?
  • Mulher saiu de roupa curta na rua. Foi estuprada. A culpa é dela por estar em lugar inadequado, com a roupa inadequada e na hora inadequada. O homem, como é de conhecimento universal, estava apenas extravasando suas pulsões naturais.
  • Menina amadurece mais cedo, então ok namorar rapaz mais velho; então ok um rapaz mais velho tratar uma criança (tem certeza que é criança? Os jovens hoje em dia…) de forma sexual. Se a menina aceitar… iiiish, essa ai tava consentindo mesmo.
  • Mulher é espancada pelo esposo. Ela não queria mais ficar em um relacionamento que não a fizesse feliz. Ele apenas usou seu poder natural para mostrar que quem manda ali é ele.
  • Mulher não quer casar, prefere ficar sozinha ou sair sem compromisso ou não se envolver tanto: Puta.
  • Mulher falando sobre mulher de alguém que aquela esta afim: vadia, puta, piranha, rodada...
  • Mulher que gosta de sexo sem compromisso: vadia, puta...
  • Mulher não quer ter filhos, fica só no bem-bom: Puta.
  • Mulher em um cargo alto ou bom emprego: Dormiu com alguém para conseguir isso.
  • Mulher negra: nasceu para ser objeto sexual ou para ser empregada.
  • Mulher loira: burra
  • Mulher ruiva: será que lá embaixo também é ruivinho?
  • Mulher pobre com muitos filhos: só quer ajuda do governo.
  • Mulher rica: superficial.
  • Mulher que não passa maquiagem/ se "cuida" fisicamente: largada.
  • Mulher que se veste de maneira "sexy": está afim de alguém.
  • Mulher bonita/ “gostosa”: superficial/puta
  • Amante do marido de alguém: puta, vadia, sem vergonha… (tadinho do marido por ter sido seduzido por essa criatura).
  • Quando se trata de um gay: aff, quer ser mulherzinha. Pode ser gay, mas não pode ser afeminado.
  • Alguns gays falando: eca, vagina é nojento.
  • Sobre as trans: está querendo enganar os homens.
  • Se é lésbica: não tá faltando alguma coisa? Isso é porque nenhum homem pegou de jeito.
  • Mulher gorda: não cuida do corpo, não é saudável…
  • Mulher (muito?) magra: neurótica, não é saudável…
  • Mulher passando na rua: Gostosa, delicia, ô lá em casa. (E a mulher não pode responder porque o papel do homem é cantar o pedaço de carne ;))
  • Mulher traída: não conseguiu segurar o esposo.
  • Mulher traiu: vadia, já tinha um em casa, por que foi atrás de mais?
  • Mulher velha com homem novo: Onde já se viu isso, essa velhota gostar dos novinhos?...
  • Mulher nova com homem velho: essa ai tá atrás da fortuna.
  • Mulher bebeu em festa/casa de amigo/com homens: essa pediu.
  • Mulher não sai de casa/não gosta de festas/não quer namorar/não quer sexo: santinha, chata, sem graça.
  • Mulher no mundo pop se for bonita: não precisa fazer a coisa bem, todo mundo só vai tá olhando pra outras coisas mesmo (e vai virar chacota por não fazer a coisa bem também, mas pelo menos vai ser famosa :3).
  • Se for feia: ai tem que ser muito boa para emplacar, ou muito ruim para virar chacota (bem, vai virar chacota de qualquer jeito).
  • Mulher importante que não segue padrão de beleza (ou praticamente qualquer outra dessas criaturas): será que transa? Deixou de pintar o cabelo, tá ficando desleixada; Engordou, ixi, assim não dá.
  • Mulher que se maquia/faz plástica para parecer mais nova: o que é isso? Tem que deixar a idade chegar… Não adianta ser quem não é. Tudo tem sua hora.
  • Mulher que deixa a idade “aparecer”: que horror, nem cuida da aparência.
  • Mulher quer abortar: assassina.
  • Mulher não tem condições, mas mesmo assim tem o filho: como vai criar ele? Se fechasse as pernas...
  • Mulher que doa/abandona o filho por não ter condições: que tipo de mãe é você? Que pessoa horrível. Na hora do sexo não pensa nisso...
  • Xingamento comum: filh@ da puta. 

Isso são apenas algumas coisas que sabemos sobre mulheres. Resumo da ópera: mulheres existem para serem objetos dos homens e não adianta reclamar ;)


Agora minha resposta para o título: Mulher, a pior criatura de todas por passar por tanta coisa e ainda continuar foda. Quem sobrevive a isso, né machos?

Deixando a ironia de lado, venho com esse texto mostrar minha cada vez mais crescente indignação sobre o mundo que vivemos. Sei bem que muitas pessoas estão evoluindo, mas ainda temos um longo e pedregoso caminho pela frente.

Depois de ler, espero que tenha percebido o porque da ironia (queria mostrar sob o ponto de vista de alguém que aceita tudo isso), além de ter visto e entendido pelo que a mulher passa todo dia. Claro que existem incontáveis coisas que eu nunca iria conseguir colocar aqui por inteiro. Claro que existem incontáveis minorias que eu poderia ter abordado aqui também. Mas preferi ficar nesses pontos e com esse grupo específico. 

O texto é simbólico para uma indignação gritante. E faço um apelo aqui no final: Mulheres (homens também, mas acho que principalmente as mulheres, já que uma GRANDE parte delas se identifica e reproduz o machismo) não aceitem serem submissas. Não repitam o que passou de boca em boca sem pensar. Não passem para seus filhos, conhecidos ou qualquer pessoa um discurso que transforma vocês mulheres em objetos ou criaturas reprimidas.

E para quem acha que eu nasci pra servir omi ou uma sociedade que reproduz discurso machista:


Só isso que queria falar mesmo. Beijos e um cheiro! Nos vemos em breve.

1 comentários :

  1. Ótimo texto e um ponto que eu nunca tinha parado para pensar é que, já nas primeiras páginas da bíblia, a visão que se passa da mulher não é muito agradável: Ser criada a partir da costela do homem e logo depois seduzi-lo e influenciá-lo a agir de forma errada. E o assustador é que essa visão não é muito diferente da atual de que uma mulher precisa de um homem para provê-la, protegê-la, ensinar o que é correto.

    O machismo é algo tão presente na vida do brasileiro que as mulheres já são criadas para acreditar que independente do que aconteça com ela a culpa é dela e de ninguém mais, então muitas vezes a mulher que sofre abuso de qualquer escala não faz a denúncia por causa da vergonha, medo, culpa.

    Leis machistas, criadas por machistas e apoiadas por machistas são criadas, como a lei que dificulta o aborto em caso de estupro e proíbe a venda de substâncias ditas abortivas, como a pílula do dia seguinte. Uma lei que pune a mulher que opta pelo aborto, o médico que aceita fazer o aborto e todos aqueles que disseram "eu estou com você independente da sua decisão", mas isenta o homem que violentou a mulher que é o mesmo homem que não irá ajudar a criar o filho, o mesmo homem que destrói a família que os responsáveis por leis como essa tanto querem defender.

    E diariamente somos bombardeados com situações machistas. O caso mais recente que ganhou espaço na mídia foi o da menina, e não mulher como alguns veículos a trataram, Valentina, participante do Masterchef Júnior, de apenas 12 anos de idade que foi extremamente sexualizada e recebeu insultos que continham incentivo a estupro, pedofilia e ainda a culparam por ser "gostosa".
    Se esta situação é revoltante? Com certeza?
    Muitas pessoas mostraram-se indignadas com isto? Sim e isto é ótimo!
    Mas e, se Valentina tivesse 25 anos de idade ao invés de 12, a revolta seria a mesma? Acho que não! O motivo disto? Bem.. acho melhor cada um colocar a mão na consciência e tentar responder essa pergunta com a maior sinceridade possível!

    ResponderExcluir

Muito obrigada por lerem. Espero que tenham gostado. Então, que tal deixar um comentário com a sua opinião? Acha que ficou alguma coisa confusa? Gostou ou não gostou? É só comentar que eu adorarei ler :)

Se ainda não segue o blog, lembre-se que é bem rapidinho seguir. É só clicar em participar na caixinha de docinhos ali no canto. Siga também nas redes sociais. Beijocas e até mais!