Algo sobre a morte


Entra as sublimes árvores,
Os raios se tornam mosaicos
Sobre folhas caídas e relva verde
Tudo exala vida e ternura
E o toque frio de seus dedos
[Nos meus]
Esvanecendo a pitura
Já que nada mais importa
[Só] o frio de seus dedos
[Só] o nosso caminhar



De encontro ao fim

...fim...

0 comentários :

Postar um comentário

Muito obrigada por lerem. Espero que tenham gostado. Então, que tal deixar um comentário com a sua opinião? Acha que ficou alguma coisa confusa? Gostou ou não gostou? É só comentar que eu adorarei ler :)

Se ainda não segue o blog, lembre-se que é bem rapidinho seguir. É só clicar em participar na caixinha de docinhos ali no canto. Siga também nas redes sociais. Beijocas e até mais!