Resenha - Conrad's Fate

Fonte
Chegamos ao dia em que irei resenhar um livro da minha série favorita da vida. The Chronicles of Chrestomanci (ou Os Mundos de Crestomanci no Brasil) é uma série infanto-juvenil não muito conhecida aqui nas terras tupiniquins, por mais que uma das obras da autora já tenha inspirado um filme do Studio Ghibli (O Castelo Animado). De todos os livros da série, apenas dois não foram traduzidos para o português, Conrad's Fate e The Pinhoe Egg, e se os livros traduzidos já são difíceis de encontrar, imagina os que tem que importar. Mas eu finalmente consegui completar minha coleção e agora falta apenas 1 livro para ler e acabar a leitura dos livros que me acompanharam durante toda a vida. 



Conrad's Fate - Diana Wynne Jones
Editora: Greenwillow
Páginas: 310 
Nota: 5

Someone at Stallery Mansion is changing the world. At first, only small details, but the changes get bigger and bigger. It's up to Conrad, a twelve-year-old with terrible karma who's just joined the mansion's staff, to find out who is behind it.
But he's not the only one snooping around. His fellow servant-in-training, Christopher Chant, is charming, confident, and from another world, with a mission of his own -- rescuing his friend, lost in an alternate Stallery Mansion. Can they save the day before Conrad's awful fate catches up with them?

O jovem Conrad mora em uma cidade onde volta e meia as coisas mudam sem explicação. Se ele está cozinhando ovos, por exemplo, quando uma mudança acontece ele se vê diante de um prato de bacon e panquecas, e por aí vai. Ele descobre então que tem um terrível carma e seu destino está ligado a alguém na Mansão Stallery (o lugar responsável por causar as mudanças). Então, ele é mandado para lá a fim de descobrir não só quem está causando as alterações, mas também a pessoa responsável por seu carma. 

Em sua missão, ele conhece Christopher, um mago de nove vidas que será o futuro Crestomanci*. Esse por sua vez também está em uma tarefa: encontrar sua amiga desaparecida. Juntos eles enfrentam o trabalho de aprendiz de mordomo, enquanto exploram a casa em suas horas vagas e aos poucos vão se tornando grandes amigos. 

A história é narrada em primeira pessoa, pelos olhos de Conrad. Essa escolha foi importante para criar o mistério ao redor dos personagens, já que Conrad não conhece muito bem ninguém e quem conhece, não tem 100% de certeza sobre quem são. Nosso protagonista não é a criatura mais inteligente do mundo, ele é bem manipulável e sabe muito pouco do universo mágico. Por isso se torna fácil para todos esconder suas verdadeiras intenções do pobre Conrad. Dessa forma, os personagens vão evoluindo aos poucos, junto com as descobertas do garoto. 

A ambientação da Diana está sempre no ponto. Ela não se aprofunda descrevendo seu universo fantástico, demorando-se ao explicar o que é diferente do nosso próprio, mas também não deixa de mostrar o que é importante. Vamos conhecendo o mundo aos poucos, pelas falas de personagens ou pensamentos do protagonista. Isso, pelo menos para mim, vai aproximando o leitor da história, já que muitas coisas são parecidas com o que temos em nosso próprio mundo e são raras as vezes que você se lembra que aquilo nunca poderia acontecer com sua vizinha ou você mesmo. 

E isso é um dos pontos que torna a Diana minha autora preferida. Ela trabalha tão bem o cotidiano em sua obra que a magia se torna quase tangível. Por mais que seus universos sejam incríveis, bem construídos e com uma surpresa a cada esquina, a sensação que fica ao final dos livros é que tudo aquilo é possível de acontecer na nossa realidade. 

Os personagens são interessantes e divertidos. O leitor não se aproxima tanto deles quanto do protagonista e de Christopher (que são os que mais aparecem durante a história), mas mesmo assim dá para criar uma simpatia com eles. São muitos personagens e a autora consegue dar a importância necessária para cada um, não sobrecarregando o leitor de informação que no final seria apenas tempo perdido. 

O final é cheio de surpresas e todas as perguntas que o livro levanta são respondidas. Conrad's Fate com certeza é meu segundo livro favorito da série, empatado com As vidas de Christopher Chant. Acho que a única coisa que me incomodou um pouquinho foi a repetição de alguns nomes que aparecem na série, e que nenhum momento fala da coincidência**

É um livro que indico a qualquer pessoa viva que saiba ler, mesmo que seja um infanto-juvenil. Mal posso esperar para ler o último e já estou preparando o coração para chegar ao final da série.

Sobre a edição: Ela é simples, com papel bem fino e letras pequenas. Nesse volume tem dois livros da série, Conrad's Fate e The Pinhoe Egg. A capa é linda e por mais que a impressão seja econômica, não tenho nada do que reclamar. 

*Crestomanci é um contratado do governo, é um mago poderoso (senão o mais poderoso de todos) que tem como função cuidar das questões mágicas dos vários mundos. Durante a série, conhecemos 3 magos de nove vidas, o Crestomanci passado, o atual e o em treinamento. 

**A série não é escrita em ordem, cada livro é independente, por mais que tenha uma cronologia. Alguns personagens aparecem em certos livros em diversas fases de sua vida e tem alguma importância, mas normalmente seu passado não é explicado em cada volume, o que deixa o leitor a mercê de sua memória. Por isso nomes são importantes, e como a autora repete o nome Conrad e Chant, pensei que poderia ter alguma ligação entre os referidos, mas são apenas coincidências (ou a autora que não queria ser mais criativa rsrs). 


Sobre a autora
Diana Wynne Jones nasceu em Londres no dia 16 de agosto de 1934, filha de Marjorie e Richard Aneurin Jones, ambos professores. Quando foi anunciada a Segunda Guerra Mundial, às vésperas de seu quinto aniversário, Diana foi levada à casa dos avós no País de Gales e dali em diante se mudou várias vezes, incluindo períodos em Coniston Water, York, voltando a Londres e se fixando em Essex. Cursou Inglês em Oxford, onde teve aulas com C. S. Lewis (autor de Crônicas de Nárnia) e J. R. R. Tolkien (autor de O Senhor dos Anéis), formando-se em 1956.
Parte de sua série de livros Os Mundos de Crestomanci e da série de O Castelo Animado foram publicados em português no Brasil, porém grande parte de sua obra (que soma mais de quarenta livros) ainda não tem versões em português.

Chegamos ao fim de mais uma resenha. O que acharam do livro? Já conheciam algo da autora? Comentem aqui embaixo!

Beijinhos e até a próxima ♥

17 comentários :

  1. Já li todos os livros publicados no Brasil, mas os importados são muito difíceis de achar. Ainda quero ler esses dois, e terminar a série do Castelo Animado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu só consegui comprar encomendando também :( O do castelo animado consegui encontrar os livros em uma viagem, mas no Brasil é difícil de achar mesmo.

      Excluir
  2. Oi Anna! Essa série é meu sonho de consumo há anos, mas nunca consigo encontrar em português! Eu AMO O castelo animado é meu filme preferido do estúdio, já assisti inúmeras vezes e mesmo o livro sendo diferente do longa eu fiquei bem apaixonada pelos personagens! Eu espero um dia conseguir conferir.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Difícil mesmo achar os livros :( Eu fui comprando os meus durante anos, quando ainda dava para achar nas livrarias. Acho que agora só em sebos (ou a versão em inglês por encomenda).
      Adoro O Castelo Animado também e prefiro o livro ao filme (por não tratar de guerra, mas claro que mesmo assim a animação está no meu top3 favoritos do Studio Ghibli). Howl paixãozinha, não é? E adoro a Sophie velhinha que fala o que bem quer kkkkk
      Espero que consiga ler!!!

      Excluir
  3. Oi!
    Eu não conhecia a série, mas por ser infanto-juvenil, no momento não estou interessada. É muito ruim quando não temos todos os livros publicados no Brasil e por ser uma série não muito conhecida, fica mais difícil ainda.
    Mas achei muito interessante ela ter feito aulas com o Lewis e com o Tolkien. Imagina o grupo, a sala...
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ahh, eu sempre quis ler essa série, mas tinha visto que a editora não tinha publicado todos os livros, e os que tinham era muito difícil de achar, então desisti. :/ Uma pena, a premissa parece tão legal, ainda mais que eu adoro livros do gênero. Bem que outra podia relançar né? Não sei ler em inglês, então não consigo fazer que nem você fez... :/
    beijo
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  5. Oi.
    Não conhecia a série ou a autora, mas é realmente uma pena que nenhuma editora tenha investido nessa série no Brasil. É exatamente o gênero que gosto e amo fantasias voltadas ao público juvenil pela criatividade de conseguirem trazer um mundo totalmente novo e ao mesmo tempo manter certa inocência de infância.
    Adorei a dica.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Jasmim!
    Eu não conhecia a série, mas fiquei bem interessada por ela se parecer muito com uma outra série que curto. Fora que amo fantasia, então...
    Legal que a autora sabe descrever o universo, mas não de forma demorada. Nossa, tem uns autores que misericórdia...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  7. Oi, não conhecia a série e também não ouvi falar da autora. A história parece ser bem legal, mas como não tem todos eles publicados em português já não me interessaria tanto assim.

    Sua resenha ficou ótima. Parabéns!

    ResponderExcluir
  8. poxa, bem que poderiam traduzir e publicar aqui no Brasil... em inglês não rola pra mim TT_TT
    fiquei bem curiosa com a premissa, parece ser uma leitura envolvente...
    que sortuda ter conhecido Lewis e Tolkien *---*

    bjs...

    ResponderExcluir
  9. Olá! Não conhecia a série ou a autora, e achei muito legal! Gostei da fantasia que foi criada e dos personagens. É muito chato quando gostamos de uma série que é tão difícil de acompanhar, e ter que importar os livros. A autora é bem influenciada!

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Esse série deve ser linda. Não conhecia e achei a premissa e os personagens bem interessantes. Vou procurar pra ler em algum momento.
    Uma pena que todos os livros ainda não vieram pra cá, pois isso desanima muitos leitores a apostarem e adquirirem os livros.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?

    Não conhecia nem a autora e nem sua obra e apesar de não ser o tipo de história que leria, fiquei com curiosidade. Gosto de livros que apesar da cronologia, são independentes. Vou esperar lançarem todos os livros para poder ler em uma tacada.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?
    Ainda não conhecia esse livro, mas gostei muito do que você apresentou em sua resenha. A autora parece que soube trabalhar a trama muito bem e isso me fascinou, mas, sem dúvida, o ponto mais positivo nessa obra é que os livros são independentes, não precisamos nos prender a ler livros em ordem, né?
    Vou anotar a dica e não tenho dúvidas que vou amar esse livro.
    Beijos,
    https://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  13. Oi.

    Eu não conhecia esse livro, na verdade, nunca tinha visto a capa dele. Deve ser por não ser tão conhecida aqui como você disse. Mas a sua descrição do livro me deixou animadae curiosa para conhecera obra. Vou anotar a dica e tentar encontrar por aqui.

    ResponderExcluir
  14. Oi Jasmim, como está?
    Achei a proposta dessa série MUITO BOA! Com certeza quero conhecer apesar de saber que nem todos os livros foram publicados aqui e que os que publicaram atualmente são difíceis de achar. Tomara que republiquem e completem!
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://www.galaxiadeideias.com/
    http://osvampirosportenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Não conhecia a obra e muito menos a autora, mas já guardei o nome dela com carinho só pelos seus elogios e sua empolgação. Acho muito chato quando somos fãs de uma série e ela não tem a sua publicação de forma acessível. Outro ponto que gostei bastante foi a ambientação, o fato de ser uma fantasia e ainda assim o leitor conseguir enxergar os temas abordados com realidade. Adorei a resenha, beijos!

    ResponderExcluir

Muito obrigada por lerem. Espero que tenham gostado. Então, que tal deixar um comentário com a sua opinião? Acha que ficou alguma coisa confusa? Gostou ou não gostou? É só comentar que eu adorarei ler :)

Se ainda não segue o blog, lembre-se que é bem rapidinho seguir. É só clicar em participar na caixinha de docinhos ali no canto. Siga também nas redes sociais. Beijocas e até mais!