Resenha - Fisheye


Olá, pessoal! Como estão todos? 

Venho trazer a resenha de um livro que li há meses, mas que queria deixar minha opinião aqui para vocês. É um YA nacional, que eu estava louca para ler quando finalmente comprei. Espero que gostem da resenha. 

Fisheye
Autora: Kamile Girão
Editora: Wish
Páginas: 316
“Meus olhos são como canudos, Mick, só me permitem enxergar por um buraquinho. E com o tempo, a abertura deles vai diminuir muito, até que a fenda deixe de existir.”
Aos dezesseis anos, Ravena Sombra descobre que não é perfeita: após um acidente numa festa, ela é diagnosticada com retinose pigmentar, uma doença sem cura que degenerará a sua visão gradativamente.
Com o mundo pelo avesso, a adolescente inicia sua jornada em busca do amadurecimento e da superação, numa narrativa intimista à procura de se entender e de se descobrir. Ao longo do caminho, contará com a ajuda do melhor amigo de infância, da sua implicante e carismática irmã, de uma velha polaroid com nome de música dos Beatles e de um violinista cuja pele é marcada por cicatrizes e os olhos de um azul infinito como o céu.
No meio de tanto caos, Ravena vai entender que crescer não é um processo fácil e que sim há beleza em enxergar o mundo do seu jeito peculiar e especial.


Ravena é a garota popular, que namora o garoto popular e leva sua vidinha perfeita de garota popular. Isso até descobrir que está perdendo a visão e ser forçada a começar a olhar o mundo de uma nova forma. O diagnóstico aparece para colocar em cheque tudo o que ela viveu até aquele momento, fazê-la repensar seus relacionamentos e até sua própria forma de se colocar para o mundo. 

Quando comecei a ler Fisheye, acreditei ser aquela matemática simples: garota mimada + doença/ morte/ personagem que a faz pensar diferente = mudança parcial ou total de seu comportamento. No fundo, o livro não decepcionou minha expectativa. É exatamente isso que você encontrará nele. Isso, claro, eu sendo superficial. 

O interessante de ler algo que já foi tanto trabalhado em outras histórias é ver a genialidade do autor em transformar o comum em algo único. E isso Kamile Girão faz com maestria. 

O livro é narrado em primeira pessoa, grande parte dele pela protagonista. Achei certa a escolha, já que causa uma aproximação do leitor com a personagem, e a deixa mais no papel de protagonista do que de… digamos, vítima da situação. Sabemos como Ravena pensa, pensamos com ela, sentimos com ela. Tomamos as escolhas junto com a personagem e vamos a cada página nos tornando mais íntimos dela. E não apenas vemos a doença dela pelos olhos dos outros personagens. 

Conhecemos junto com ela Daniel, que é um dos personagens responsáveis pela mudança da cabeça de nossa menina. Conhecido na escola como “queimadinho”, Daniel é o contrário da imagem perfeita que Ravena queria ter como amizade, mas, bem, ainda bem que a vida é feita de mudanças. 

Não apenas Daniel, mas a irmã de Ravena, Victória, e Micael, amigo de infância, são figuras importantes na construção da nova (ou real) Ravena. Eu senti que os personagens serviram como um novo sentido para a protagonista, que, como estava perdendo um (a visão), começou a se apoiar neles (os outros sentidos começam a ficar mais aguçado quando um entra em desuso). 

A escrita da Kamile é uma gracinha, delicada, deixando a leitura prazerosa. No final, continua sendo um YA (e segue as características do gênero) e até um sick-lit (para quem gosta de usar o termo), mas com muita veracidade e coerência. 

Por mais que o desfecho seja previsível, a forma como a autora resolveu criar seu universo e desenvolver seus personagens se tornou completamente compensador. Achei bastante interessante como ela inseriu referências da cultura pop e de fotografia, além de nos explicar o que é a doença de Ravena. 

Fisheye foi uma leitura instigante que não me fez querer soltar o livro até terminar. 

A edição da Editora Wish está linda, com capa e diagramação impecável. Aquele tipo de livro lindo que dá até orgulho de ter na estante. Encontrei alguns erros de digitação, mas nada que tenha estragado a experiência. 

É um livro que eu recomendo para todos, mesmo com a linguagem do gênero que pode não agradar tantas pessoas. Foi uma leitura bem gratificante

...

Espero que tenham gostado da resenha. Não esqueçam de deixar seu comentário aqui embaixo ♥. Beijinho e até a próxima!

24 comentários :

  1. Olá, como vai? Gostei bastante da resenha, esse livro me aparenta ser aqueles pouco conhecidos que são uma pérola quando descobertos. A capa é realmente linda e condiz com a história comovente e delicada. Parabéns pela resenha!


    /Juliane

    ResponderExcluir
  2. Saudações literárias! Tudo bem com você? Adorei sua resenha, fiquei surpreso em saber que é um YA nacional, fazia tempo que não lia à respeito desse gênero e me despertou o interesse em conhecer ainda mais essa obra e poder prestigiar nossos queridos autores nacionais. Já vai parar na lista de desejados. Obrigado pela dica.

    ResponderExcluir
  3. Oii linda tudo bem?
    Que capa mais linda e a edição está fabulosa, não conhecia e com toda certeza de cara parecia ser uma ótima pedida para mim também, eu que lá não sou muito acostumada com Ya nacional, dica anotada.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá!!

    Também fiquei encantada com a capa desse livro! Não conheço a autora, mas gostei profundamente da temática do livro. É uma delícia quando livros nos surpreendem mesmo a gente esperando "mais do mesmo", né?! Sua resenha está muito gostosa de ler e nos transmite mesmo sua satisfação com o livro. Dica anotada!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?

    Eu já conhecia este livro, aliás está até na minha lista de leitura, me encantei pela capa, a editora só tem livros bonitos, só li apenas um da editora, e gostei bastante do conteúdo, a resenha está ótima e coincidiu um pouco meu pensamento sobre o livro lendo apenas a sinopse.

    Abraços,
    https://jovemcigano.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Ainda não conhecia este livre e gostei da história. Colocarei em minha lista.

    ResponderExcluir
  7. Oiii tudo bem??

    Comprei esse livro pq amei a capa, conheci num clube de leitura e fiquei intrigada.
    Adoreiiii a resenha, e fiquei com um pé atras quando disse que a história é bem comum, mas a autora soube trabalhar bem.
    Preciso ler e tirar minhas próprias conclusões.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  8. Olá! Ainda não conhecia essa obra, mas com certeza entrou para a minha lista de desejados.

    Também já li um livro que não conseguia parar de ler até terminar de tão envolvente que era.

    Adorei sua resenha. Muito obrigada pela dica.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá
    Eu não sou muito atento aos livros dessa editora e por isso ainda não conhecia essa obra aí, ,mas confesso que essa capa chama a atenção de muita gente rsrs. Adorei ler sua resenha e com certeza pretenderei le ela em breve. Até mais ver
    Bjks

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Eu não conhecia o livro, mas realmente a capa está bem bonita. Apesar de você ter citado que a autora foge um pouco desse clichê, ainda achei (pelo que você disse) que o livro é mais do mesmo. Então, dessa vez, passo a dica!
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oie
    Eu ainda não conhecia esse livro mas adorei a premissa dele. Concordo com vc sobre a narrativa em primeira pessoa, realmente aproxima mais o leitor da personagem, adoro isso. Já quero ler esse livro, espero gostar tanto quanto vc. Amei a resenha.
    Bjos, Bya! 💋

    ResponderExcluir
  12. Gostei bastante da resenha e em saber que a autora conseguiu desenvolver bem o enredo, mesmo que o assunto não seja uma completa novidade. Na verdade o que conta é a forma como o tema é conduzido e as personagens são desenvolvidas. A edição parece estar bem bonita, e é bom sempre destacarmos esse pequenos erros que mesmo não nos incomodando quando a leitura é boa, mas que considero um ponto que os autores e editoras devem dar mais importância em edições futuras, até porque vem acontecendo com bastante frequência. Parabéns pela resenha.

    *☆* Atraentemente *☆*

    ResponderExcluir
  13. Achei a capa linda e quero que venha embelezar a minha etsante também. Mas gostei do enredo e acho que seria uma leitura que funcionaria bem pra mim.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Que capa linda!!!!!
    Amei a capa kkkkkk o enredo é bem sensível né? Gosto de histórias onde o personagem evolui, se torna uma pessoa melhor é amadurecida. Com certeza vou colocar na lista para ler.
    Amei a resenha, você me conquistou com as palavras. Parabéns

    Beijokas

    ResponderExcluir
  15. Oiii,

    Não conhecia o livro ou a autora, mas preciso dizer: que capa maravilhosa! E depois que achei muito interessante a temática, mesmo a garota mimada tendo uma doença e isto causando uma mudança ser um tema batido, a história me pareceu muito interessante e envolvente, porque realmente adoro quando da pra gente acompanhar a mudança do personagem. Espero um dia poder conferir a obra.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  16. Olá! Nossa, fiquei bem curiosa sobre a história, fiquei curiosa para conhecer. Gosto de enredos que trabalhem o crescimento pessoal do personagem, é gostoso de acompanhar isso e acho que o livro nos mostra essa questão. A capa é linda, beijos!

    ResponderExcluir
  17. Oláááá
    Não conhecia o livro e achei bem interessante a premissa. O livro me conquistou pela capa e a premissa do mesmo me envolveu e eu acredito que ele é um tipo de livro que eu iria amar ler.
    Sobre a forma na qual o livro é narrado, amo livros escritos em primeiro pessoal. Parece que somos nós que estamos dentro da historia s2

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  18. Oi! Capa linda demais *-* Estou encantada!
    Acho que deve ser quase impossível escrever sick-lit sem que se torne um clichê, o que acontece com a maioria dos livros dos mesmos gêneros.
    Não sou muito chegada a enredos assim, mas daria uma chance à obra caso tenha a oportunidade um dia.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Olá! Eu não conhecia o livro, mas já me declaro apaixonada pela capa e pela sinopse. Assim como você teve a impressão de ser algo clichê, eu também tive e, por isso, não vou procurar lê-lo por agora. Mas vou acrescentá-lo a minha lista, para quando estiver procurando histórias assim. Eu já tenho certeza que vou gostar, rs.

    Beijos,
    http://www.livroapaixonado.com.br/

    ResponderExcluir
  20. O enredo realmente parece um clichê, mas pelo que você diz é um daqueles magistrais, que compensa ser lido. Bem, mesmo tendo o achado atraente não o leria por hora. Mas anotarei seu nome, parece um bom livro para curar ressaca literária, para ser lido em um fim de semana. Adorei a capa, bonita!

    #segredosdetinta

    ResponderExcluir
  21. Se a história do livro for tão linda quanto a capa, vale a pena. Apesar de um enredo conhecido, gosto da ideia de ser algo único, como mencionou, sem mencionar a veracidade e coerência. Não conhecia o livro, mas deixo a dica anotada.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oi Jasmim! Tudo bem?
    Não conhecia a autora e nem o livro, mas já amei a proposta dele em especial por se tratar de uma doença que vai aos poucos deixando a pessoa cega, o que foi o caso do meu pai com uma glaucoma.
    Adorei o modo como tu colocou as tuas impressões e com certeza me deixou bem interessada no livro.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky
    http://galaxiadeideias.com
    http://osvampirosportenhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Oi amada! Que bom que achou a leitura gratificante, eu realmente nunca tinha visto esse livro e adorei a dica, espero um dia ter a oportunidade de ler! Beijos
    Paula Juliana - Overdose Literária
    https://overdoselite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Olá
    Primeiramente essa capa é linda e depois que história em. Eu não conhecia a obra mais já fiquei bom curiosa com o enredo, quando der também quero adquirir.
    Beijuh

    ResponderExcluir

Muito obrigada por lerem. Espero que tenham gostado. Então, que tal deixar um comentário com a sua opinião? Acha que ficou alguma coisa confusa? Gostou ou não gostou? É só comentar que eu adorarei ler :)

Se ainda não segue o blog, lembre-se que é bem rapidinho seguir. É só clicar em participar na caixinha de docinhos ali no canto. Siga também nas redes sociais. Beijocas e até mais!